O que as pessoas mais pesquisam sobre BIM no Google

As 13 dúvidas mais frequentes sobre o BIM

Já ouviu falar em BIM, mas não sabe o que é, o que significa ou para que serve? Perguntamos ao Google quais são as principais perguntas sobre BIM que as pessoas fazem... E aqui estão as respostas.

O que significa BIM? 

BIM é a sigla de: Building Information Modeling

Em um sentido prático, o importante no BIM é o "I", a informação: BIM implica no uso mais inteligente da informação (dados) para construir edifícios melhores, mais sustentáveis e rapidamente.

O que é BIM?

BIM é um processo de construção digital em que as informações (dados) sobre cada um dos componentes são coletadas e gerenciadas de forma coordenada por toda a equipe do projeto ao longo do ciclo de vida da edificação.

Gostaria de saber como o BIM influencia específicamente no seu setor? Então confira nossa página de recursos com inúmeros ebooks e webinars.

Quem utiliza o BIM?

O BIM é utilizado no setor da construção e se estabelece como um banco central de informação para todos os agentes que participam do projeto: arquitetos, engenheiros, empreiteiros, trabalhadores da construção, agrimensores, clientes, proprietários e fabricantes, para citar alguns.

E onde é usado? A adoção do BIM vem crescendo graças ao interesse de empresas privadas e à crescente exigência da adoção do BIM em licitações públicas. A porcentagem de usuários BIM atualmente é:

  • 44% dos usuários BIM estão na Europa (segundo um estudo da USP). Alguns países, como Reino Unido, Dinamarca e Holanda, apresentam os percentuais mais altos.
  • Um relatório de 2020 do American Institute of Architects (AIA) afirma que 51% dos escritórios de arquitetura dos EUA utilizam o BIM para trabalhos faturáveis. 100% dos grandes estúdios afirmam usá-lo e, entre os menores, 37%.
  • 56% dos profissionais japoneses usaram BIM em seu trabalho (Autodesk & SB C&S株式会社).

A crescente adoção do BIM exige que os fabricantes sejam capazes de oferecer seus produtos digitalmente, a fim de que os profissionais possam trabalhar com eles. Veja como aqui.

Por que o BIM é importante?

O BIM é importante para os profissionais da construção, pois permite fluxos de trabalho mais suaves (melhorando a troca de informações e evitando a perda de dados), oferecendo um design mais inteligente e sustentável (escolhendo os produtos mais adequados em termos de qualidade e eficiência) e melhor aproveitamento dos recursos, tanto físicos quanto financeiro. E ainda podemos dizer que os benefícios do BIM vão muito além.

 A transformação digital no setor da construção é importante para o bem-estar do nosso planeta e das pessoas que o habitam. Tanto que os líderes mundiais na última COP26, dedicaram um dia inteiro para discutir as construções atuais. Mas por quê? Porque não podemos lidar com o aumento imparável do estoque de edifícios e métodos de construção analógicos poluentes. O BIM, por outro lado, oferece previsibilidade orientada por dados, o que permite construir edifícios melhores com menos recursos.

Como o BIM ajuda na sustentabilidade?

 Obviamente, o BIM não pode resolver a crise climática. Mas pode reduzir bastante a pegada de carbono do setor de construção, ajudando aos profissionais envolvidos nos projetos a tomarem decisões mais inteligentes, simularem o impacto ambiental e detectarem informações conflitantes antes da construção de um edifício. Tudo isso ajuda a reduzir a enorme quantidade de resíduos gerados pela construção ocasionados por erros, o que ajuda a economizar tempo e energia.

Gostaria de saber mais? Adquira nosso ebook sobre sustentabilidade e construção.

BIM: software ou um processo?

Building Information Modeling é sempre um processo. Por quê? Porque requer uma série de ações, análises e coordenação multifuncional para alcançar o resultado desejado.

Mas...

Esse processo normalmente requer o uso de software de design BIM para elaboração do modelo e uma fonte de componentes digitais (objetos BIM) para preencher tal modelo. Arquitetos e engenheiros costumam usar o software na fase de projeto, onde replicam a aparência do projeto real usando objetos BIM, desde o encanamento ou alvenaria de um prédio até a pintura das paredes ou móveis. Todos os outros atores usarão este modelo digital durante a construção, manutenção e demolição do edifício.

Atualmente existem muitos softwares de design BIM, o que dificulta na escolha de apenas um. Este artigo descreve quais são os mais populares.

Como é um processo BIM? 

BIM é um processo de digitalização profundo. A modelagem de informações da construção permite melhor gerenciamento, coordenação e controle das informações do projeto. O processo é geralmente dividido em 3 fases principais: projeto, construção e manutenção.

Este infográfico fornece uma visão geral, fácil e simples:

Infographic of the stages in a digital building project from design to maintenance

Gostaria de saber mais sobre as fases da construção e como os fabricantes podem colaborar com cada uma delas? Clique aqui.

Como o BIM se insere na construção?

O BIM é a base da transformação digital no setor da construção. Através do BIM, todas as partes envolvidas em um projeto de construção têm acesso igual e fácil às informações sobre o projeto de construção.

 O BIM na construção fornece a arquitetos, engenheiros, empreiteiros e proprietários/operadores informações precisas sobre os componentes físicos e funcionais de um edifício. Ter todos esses dados juntos em um único modelo permite que os profissionais mitiguem conflitos e tomem decisões de projeto melhores (e mais ecológicas) antes mesmo de a escavadeira atingir o solo.

Para que serve o BIM?

O BIM é utilizado para unir todas as partes interessadas do projeto em um ambiente de dados compartilhados sobre a construção a ser realizada.

Dessa forma, todos têm acesso às informações do projeto e podem trabalhar de forma coordenada para facilitar seu projeto e execução, maximizar a eficiência e minimizar os erros de construção que consomem recursos.

Então, se o seu objetivo é encontrar exemplos de edifícios para os quais o BIM é utilizado, a resposta é clara: para praticamente todos.

O BIM pode ser usado para uma ampla variedade de projetos de construção. A maioria das pessoas associa a palavra "edifício" a estruturas que geralmente incluem paredes, janelas e portas: casas, arranha-céus ou hospitais. Mas o BIM também é amplamente utilizado para outros tipos de edifícios, como pontes, metrôs e projetos de infraestrutura.

Pode até ser usado para modelos estruturais de um parque de diversões. Indo mais longe, o BIM foi utilizado para projetar o novo estádio do Real Madrid.

Carriage on a ferris wheel 

BIM é usado para patrimônios históricos?

Frequentemente o BIM é atribuído à novas construções, edifícios modernos e super tecnológicos. Então é fácil pensar que essa é a única maneira de usar esse processo de construção digital. Erro.

Se adicionarmos um H à sigla, obtemos HBIM: Heritage/Historic Building Information Modelling. O BIM é usado, e de fato tem muitas vantagens, na restauração de edifícios e estruturas existentes. Mas a reconstrução da catedral de Notre Dame de Paris é um exemplo notável de HBIM.

Gostaria de saber mais sobre os benefícios do HBIM? Nesta entrevista com Tommaso Tommasi, especialista em arquitetura patrimonial, você encontrará informações preciosas.

O que são objetos BIM?

Os objetos BIM são representações digitais de produtos físicos que contêm dados essenciais, como informações do produto, instruções de instalação, consumo de energia, rótulos ecológicos, custos de funcionamento e vida útil do produto.

Os objetos BIM são normalmente divididos em duas categorias com base na precisão dos dados que incluem: genéricos e específicos do fabricante.

Two chairs casting a shadow. Concept digital twins, bim objects

Os objetos BIM são componentes básicos dos projetos BIM. Sem eles, é impossível criar o modelo ou fornecer a equipe do projeto informações específicas, como impacto ambiental, eficiência energética ou custos do edifício. Em alguns países, a falta de dados ambientais pode ser um fator determinante, fazendo com que o projeto não vá além da fase de planejamento.

Por esse e outros fatores, o BIM está deixando de ser um luxo para se tornar uma obrigatoriedade. O mesmo vale para os fabricantes, que devem ser capazes de fornecer objetos BIM aos profissionais para que sua marca não fique fora do projeto.

Como criar um objeto BIM?

Basicamente existem duas formas:

  1. Internalizar o processo com a ajuda de um grupo de trabalho pode ser bastante tedioso, pois requer toneladas de informações e coordenação multifuncional para criar versões digitais de cada produto. Além disso, é preciso entender o público e o mercado para investir nos formatos de arquivos utilizados.
  2. Terceirize a criação. Isso significa que passar a maior parte do trabalho interno, deixando que especialistas externos cuidem do conteúdo. Embora a terceirização ainda exija algum envolvimento (mas não tanto) do fabricante para obter os dados corretos, economiza tempo e garante que o conteúdo criado esteja de acordo com o que os profissionais precisam.

Deseja saber como terceirizar o desenvolvimento de seus objetos BIM? Entre em contato conosco.

Independentemente do método, a criação de conteúdo BIM é um investimento em demanda futura para qualquer fabricante.

 

BIM é o futuro?

Sim, BIM é o futuro e o presente. Outras tecnologias para a construção complementares certamente surgirão. Mas o setor da construção luta com a baixa produtividade e os elevados custos (monetários e climáticos) e o BIM é a solução.

Role para cima